sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Prefeitura de Sobral lança edital de incentivo às Escolas de Samba 2018

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel), torna pública a realização do edital nº 001/2018 de Incentivo às Escolas de Samba de Sobral, cujo objetivo é credenciar e apoiar os projetos de montagem e apresentação de espetáculos carnavalescos, com o intuito de compor a programação da Temporada de Carnaval #ocupaSobral 2018.

Os interessados deverão protocolar as propostas junto ao setor de protocolo da Central de Licitações da Prefeitura de Sobral (Rua Viriato de Medeiros, 4° andar, 1250, Centro), no período de 05 a 15 de janeiro de 2018, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

O edital tem como objetivo o fortalecimento e a democratização das agremiações carnavalescas no município de Sobral. Serão selecionados oito projetos dos quais quatro receberão o incentivo de R$ 15.000,00 e outros quatro receberão o incentivo de R$ 11.000,00.

Para acessar o edital completo, click (AQUI).

Governo do Ceará entrega mais de 19 mil casas em três anos

O Governo do Ceará entregou, nos últimos três anos, por meio da Secretaria das Cidades, 19.861 unidades habitacionais, incluindo obras do Programa Minha Casa Minha Vida, convênios com municípios e Projeto Maranguapinho. Destas, 19.214 fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), com destaque para as regiões mais populosas e onde há um deficit habitacional mais latente: Região Metropolitana de Fortaleza, Cariri e Norte do Estado. As moradias do PMCMV totalizaram um investimento de R$ 1,3 bilhão. Até o final de 2018, há previsão de entrega de 18.070 unidades.

O secretário das Cidades, Jesualdo Farias, aponta que um dos grandes problemas no Brasil e no Ceará hoje é o deficit habitacional. Diante disso, uma das ações prioritárias do governador Camilo Santana é o investimento em habitação de interesse social. De acordo com o secretário, se forem somadas as unidades entregues nos três primeiros anos do Governo com as que serão entregues até o final de 2018 é possível contabilizar 37.931 unidades habitacionais, atendendo ao todo cerca de 150 mil pessoas. “O Governo Camilo Santana atendeu em sua política habitacional um contingente enorme de pessoas que antes estavam morando em áreas de risco, em coabitação familiar ou pagando aluguel que comprometia a renda familiar”, ressalta.

Ainda de acordo com Jesualdo Farias, na Região Metropolitana há três grandes projetos que além de beneficiar as famílias com casas próprias as retiram de áreas de risco, ofertando-as uma melhor qualidade de vida. Ele destaca o Projeto Maranguapinho que já atendeu aproximadamente 2.500 famílias, o de Urbanização do Rio Cocó que atendeu mais de mil famílias e o terceiro projeto que é o da urbanização da comunidade do Dendê que beneficiará 1.080 famílias com unidades habitacionais ainda em 2018.

Papel da Casa
Segundo o secretário Jesualdo Farias, outra ação de extrema importância para a população cearense, que faz parte dos programas da Secretaria das Cidades, é a regularização fundiária ou o popular “Papel da Casa”. Ele afirma que está sendo concluída a primeira etapa do programa que trata da documentação necessária para enviar aos cartórios a fim de que seja concretizada a regularização de 11.045 unidades habitacionais em três bairros no Ceará: Conjunto Palmeiras, em Fortaleza com previsão de 4 mil unidades; Dr. José Euclides, em Sobral com 5.045 unidades, e Pedrinhas, em Juazeiro do Norte com 2 mil unidades.

Também serão regularizadas outras 6.989 unidades pertencentes aos conjuntos habitacionais do Projeto Rio Maranguapinho, compreendendo oito empreendimentos localizados em Fortaleza, Maranguape e Caucaia, além dos conjuntos habitacionais pertencentes ao Pró-Moradia, compreendendo cinco empreendimentos localizados em Fortaleza. Ao todo, 18.034 famílias terão seus imóveis regularizados em 2018.

Programa Minha Casa Minha Vida
Um dos programas de maior relevância para a política habitacional no Brasil é o Minha Casa Minha Vida. A ação, que consiste em uma parceria entre os governos Federal e Estaduais tem realizado o sonho de milhares de famílias no Estado do Ceará. Em 2015, foram entregues aos cearenses por meio do programa 3.340 unidades habitacionais. O investimento total foi de R$ 253,3 milhões.

No ano seguinte, em 2016, foram entregues outras 7.687 unidades habitacionais a famílias do Ceará. Nessa etapa, os investimentos ficaram em cerca de R$ 433,1 milhões. Em 2017 o programa entregou mais 8.187 unidades habitacionais, totalizando o investimento de R$ 354,3 milhões.

Projeto Maranguapinho

Um marco na política habitacional em Fortaleza, o Projeto Maranguapinho teve como princípio básico retirar as famílias das margens do rio que dá nome ao projeto e conceder-lhes moradia digna. A ação também contempla urbanização das margens dos rios e barragem de contenção de cheias, com capacidade de 9,0 milhões de metros cúbicos, agora utilizada como açude em tempos de escassez hídrica, além de obras de desassoreamento (dragagem), urbanização e reassentamento.

No ano de 2015, a Secretaria das Cidades entregou o residencial Aldemir Martins, composto de 612 moradias, destinadas a famílias anteriormente residentes nos trechos II e III do Projeto Maranguapinho. O residencial é o sétimo empreendimento habitacional do projeto e contou com investimento de cerca de R$16,7 milhões. O residencial é composto de casas distribuídas ao longo de 17 hectares. As unidades contam com área total interna de 44m², compreendendo dois quartos, sala, cozinha, varanda e banheiro social.

As famílias da área de impacto do Rio Maranguapinho também foram atendidas pelo Programa Minha Casa Minha Vida: 272 famílias foram acolhidas nos Residenciais Riacho Verde 1 e Riacho Verde 2, entregues em abril de 2017; outras 752 famílias na 1ª fase do Residencial José Euclides Ferreira Gomes, entregue em setembro de 2017. Já o Residencial José Lino da Silveira, entregue em fevereiro de 2016 acolheu 496 famílias; outras 288 foram para o Residencial Águas de Jaçanã, entregue em outubro de 2017 e por fim na 2ª fase do Residencial José Euclides Ferreira Gomes, com entrega prevista para o primeiro semestre de 2018, outras 736 famílias serão beneficiadas.

Estão em execução os residenciais Cidade Jardim 1 e Orgulho do Ceará, onde ainda irão ser definidos o número de beneficiados.

Projeto Rio Cocó
Projeto similar está sendo executado em relação ao Rio Cocó. Todos os bairros que ficam às margens do rio, no trecho entre a Avenida Valparaíso e Sebastião de Abreu serão beneficiados. Também está sendo concluída a urbanização do trecho III, entre a BR116 e Avenida Paulino Rocha. Uma das ações é o reassentamento de 2.304 famílias que vivem nas áreas de risco ao longo do Rio Cocó para residenciais do Programa Minha Casa Minha Vida.

Foram entregues 736 unidades habitacionais durante a 1ª etapa do residencial José Euclides Ferreira Gomes, nos meses de agosto e setembro de 2017. Em dezembro e janeiro foram entregues 256 apartamentos da 2ª etapa também do residencial José Euclides Ferreira Gomes e ainda vão ser entregues 32 apartamentos desta mesma etapa, no primeiro semestre deste ano. Já no residencial Cidade Jardim, serão entregues 1.280 apartamentos, sendo 704 unidades habitacionais já a partir de março de 2018.

Dentro do projeto, a barragem do Rio Cocó já está concluída e tem capacidade de acúmulo de 6 milhões de metros cúbicos. A intervenção possui investimento de mais de R$ 65 milhões.

Projeto Dendê
A Secretaria das Cidades está construindo, desde 2015, o residencial Dona Yolanda Queiroz Vidal, com 1.080 moradias. No local serão abrigadas as famílias reassentadas da Comunidade do Dendê. A iniciativa oferece a urbanização da área, além da desocupação da faixa permanente do mangue do Cocó e da realização do trabalho técnico social com a comunidade. Ao todo estão sendo investidos R$ 108.202.556,12.

O residencial é o primeiro do Governo do Estado a possuir apartamentos mistos, ou seja, unidades preparadas para funcionarem como residência e ponto comercial. A obra está com cerca de 70% de execução e conta com investimentos de R$ 41,3 milhões e contrapartida estadual de R$ 2.065.271,62. A expectativa é que a entrega aconteça ainda no primeiro semestre deste ano.

domingo, 10 de dezembro de 2017

STDE e Sesc abrem inscrições para oficina de Trufas

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE) em parceria com o SESC, está com inscrições abertas, até a próxima terça-feira (11/12), para a oficina de trufas. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas na sede da STDE, no Centro de Convenções.

A oficina é voltada para profissionais da área de alimentos e para a comunidade em geral, e acontecerá no dia 12 de dezembro, das 8h às 12h, no Centro de Convenções.

Comer queijo diariamente ajuda a prevenir infarto, diz estudo

Comer queijo todos os dias pode ajudar a prevenir ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.Isto é o que diz um estudo feito pelo cientista Li-Qiang Qin, da Universidade de Soochow, na China.

 O artigo se baseou na revisão de 15 pesquisas publicadas, que analisaram um total de 200 mil pessoas, todas saudáveis e cuja saúde foi monitorada, em média, por dez anos.

 De acordo com os dados, as pessoas que rotineiramente comem queijo têm um risco 18% menor de desenvolver doenças cardiovasculares, 14% menor de ter ataque cardíaco e 10% menor de sofrer acidente vascular cerebral, do que aqueles que não consomem queijo.

A "dose" considerada mais eficaz é de cerca de 40 gramas por dia. A pesquisa, publicada na revista "European Journal of Nutrition", concluiu que o queijo sempre foi apontado como um "perigo" para a saúde do coração devido ao seu teor de gorduras saturadas. Mas vários estudos nos últimos anos comprovaram o contrário.
Agência ANSA

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Prazo para renovação do Fies termina na quinta-feira (30)

Os estudantes que desejam renovar o contrato do Fundo de Financiamento Estudantil, o FIES, terão até esta quinta-feira (30) para fazer o aditamento. O prazo também é válido para os alunos que querem realizar a transferência integral de curso ou de instituição de ensino.

Antes, o prazo estava previsto para terminar no dia 20 de novembro, mas foi prorrogado por mais 10 dias. De acordo com o Ministério da Educação, esta foi a última prorrogação do prazo.

Para evitar o cancelamento, os estudantes beneficiados pelo Fies devem renovar o contrato a cada semestre. No último balanço feito pelo MEC, até o dia 17 de novembro, 83% dos alunos já haviam feito o aditamento.

Pesquisa estima que mais da metade da população brasileira apresente HPV

Mais da metade da população brasileira pode ter HPV. É o que indica pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre. Participaram do estudo 7.586 pessoas de todas as capitais e do Distrito Federal, das quais 2.669 foram analisadas para tipagem de HPV. Das testadas, a prevalência de HPV foi de 54,6%, sendo que 38,4% dos participantes apresentaram HPV de alto risco para o desenvolvimento de câncer.

Os dados são preliminares, e a análise será feita em 2018. Nesta semana, o ministério disponibilizou informações relativas às capitais. Salvador é a que tem maior prevalência de HPV, que atinge 71,9% dos entrevistados. Macapá, Cuiabá e Palmas ultrapassam 60% de prevalência. Recife, Florianópolis, Maceió, João Pessoa e Curitiba têm entre 41% e 48% de ocorrências registradas. Já Manaus, Belém, Boa Vista, São Paulo, Natal, Porto Velho, Fortaleza, Goiânia, Teresina, Rio de Janeiro, Aracaju, Vitória, Rio Branco, Porto Alegre e São Luís estão na faixa de 50%. Brasília, Campo Grande e Belo Horizonte ainda não têm dados suficientes para análise.

Foram pesquisadas pessoas com idade entre 16 e 25 anos que usam o Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 5.812 mulheres e 1.774 homens. A média de idade é de 20,6 anos. O estudo indica que 16,1% dos jovens têm uma infecção sexualmente transmissível (IST) prévia ou apresentaram resultado positivo no teste rápido para HIV ou sífilis. A maior parte está em uma relação estável – mais de 40% estavam namorando e cerca de 33% eram casados ou moravam com o parceiro. Apenas 24,2% declararam-se solteiros e menos de 1%, divorciados.

O comportamento sexual de risco, segundo o ministério, foi observado em 83,4% dos entrevistados. Isto porque a média de parceiros sexuais no último ano foi de 2,2 e a média de parceiros nos últimos cinco foi de 7,5. A prevalência do HPV deve estar associada ao não uso da camisinha. Conforme a pesquisa, 51,5% dos entrevistados disseram usar preservativo rotineiramente – 41,1% haviam feito uso do contraceptivo na última relação sexual.

A versão final do estudo deverá abarcar informações sobre fatores demográficos, socioeconômicos, comportamentais e regionais associados à ocorrência do HPV. A expectativa do Ministério da Saúde é que o estudo seja divulgado em abril do ano que vem.
Agência Brasil

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Divulgada lista de aprovados na segunda fase da seleção de gestores escolares

A Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional (Esfapege) divulgou, nesta terça-feira (28), o resultado dos candidatos aprovados na 2ª fase da seleção de gestores escolares.  A 3ª fase da seleção contará com provas situacionais, em grupos de (dez) membros, formados exclusivamente a critério da Esfapege, com a duração de 4 horas.

A 3ª fase da seleção será realizada nos dias 29 e 30 de novembro de 2017 e 01, 02 e 04 de dezembro de 2017, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h. Os candidatos aprovados deverão comparecer no Centro de Educação a Distância do Ceará (CED), localizado na rua R. Iolanda P. C. Barreto, 317 - Derby Clube, de acordo com a data do seu grupo informado na lista.

A seleção de gestores escolares de Sobral está sendo realizada em cinco etapas: prova escrita, curso de formação, provas situacionais, entrevista e análise de títulos. O resultado final do processo será divulgado no dia 22 de dezembro de 2017. Dúvidas e informações – selecao.esfapege@gmail.com.

- Veja a lista de aprovados na 2ª fase AQUI https://goo.gl/hhRNXF

- Veja data e horário da prova situacional AQUI https://goo.gl/H8PK8b

Diálogos Literários: Secretaria de Educação de Sobral lança quatro de livros

A Secretaria da Educação de Sobral lançou quatro livros dentro do projeto ‘Diálogos Literários’. A solenidade realizada no último sábado, dia 25 de novembro, no Centro de Educação a Distância do Ceará (CED), contou com a presença do secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima, que deu início à cerimônia de lançamento agradecendo aos presentes.

Em sua fala, o secretário lembrou que ao fim do curso de pós-graduação ofertado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), em convênio com a Secretaria da Educação de Sobral, os estudantes poderão ter seus trabalhos de conclusão de curso publicados em livro.

Os participantes foram contemplados com os volumes 1 e 2 do livro "Pacto pelo Fortalecimento do Ensino Médio do Ceará", além dos exemplares das obras "Educação Ambiental: da teoria à prática" e "A Educação Matemática e a Educação de Jovens e Adultos: experiências pedagógicas exitosas".

O projeto Diálogos Literários está inserido na política educacional do Município para valorização do magistério. A ação promove o lançamento de livros e incentiva a produção científica, reaproximando os educadores do mundo acadêmico.

Secretaria da Educação de Sobral divulga período de matrículas da rede municipal

A Rede Municipal de Ensino de Sobral realiza, até o dia 30 de novembro, o período de renovação de matrícula dos estudantes veteranos. Já a matrícula dos alunos novatos será realizada de 4 a 15 de dezembro, na escola mais próxima da residência do estudante. As aulas da Rede Municipal de Ensino estão previstas para começar em 1° de fevereiro de 2018.

Os pais ou responsáveis de alunos novatos devem se dirigir até a escola mais próxima de sua residência durante o período de inscrições com a seguinte documentação: cópia da certidão de nascimento, duas fotos 3x4, cartão de vacinação, cartão do SUS e uma cópia do comprovante de residência.

A rede municipal de ensino conta com 58 escolas, que atendem toda a matrícula pública de educação infantil e de 1° ao 9°ano do ensino fundamental. Os estudantes que cursarão séries não oferecidas na própria escola serão remanejados para outra escola considerando sempre a proximidade da residência do aluno, conforme a portaria nº156/2017 publicada no Diário Oficial do Município.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Professores aprovados no concurso público devem entregar documentação até 12 de dezembro

Os candidatos aprovados no concurso público para professor efetivo do Sistema Municipal de Ensino (edital nº 01/2016) têm até o dia 17 de novembro para comparecer à Secretaria da Educação de Sobral para assinar o termo de aceite da vaga.

Os documentos comprobatórios e exames para a posse no cargo deverão ser entregues, até o dia 12 de dezembro, na Coordenadoria de Gestão e Valorização de Pessoas da Secretária da Educação, localizada na Rua Viriato de Medeiros, 1250, 2º andar – Centro, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Foram convocados 207 candidatos aprovados nos cargos de professor da educação infantil e ensino fundamental inicial (170 candidatos), professor de ensino fundamental final - Matemática (23 aprovados) e para professor de ensino fundamental final – Língua Estrangeira – Inglês (14 aprovados). Saiba mais: (88) 3677-1192.

- Veja a lista de exames solicitados AQUI https://goo.gl/5wPNgq

Santa Casa nomeia novos coordenadores médicos para os serviços de Cirurgia, Anestesiologia e Maternidade

A Mesa Administrativa da Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), em reunião nesta terça-feira (14/11), indicou novos coordenadores para os serviços de Anestesiologia, Cirurgia Geral e Maternidade Sant'Ana. Na ocasião, foram nomeados os médicos: Dr. Sávio Arcanjo, que assumirá a coordenação do serviço de Anestesiologia, o Dr. Geterson Bezerra Moreira assume a chefia do serviço da Cirurgia Geral,  enquanto o Dr. Bruno Medeiros ficará responsável pela Maternidade Sant'Ana. 

Segundo a gestão administrativa do hospital, a nomeação de novos coordenadores médicos, para os serviços hospitalares, é um processo que acontece normalmente na Santa Casa, sem nenhum demérito aos coordenadores que são substituídos. Na oportunidade participaram da reunião Padre Francisco Júnior Melo (Diretor Geral/SCMS), Audisio Aguiar (Diretor Financeiro/SCMS), Dr. Cadmo Silton Portella (Diretor Clínico/SCMS), Dr. Cristiano Araújo Costa (Diretor Técnico/SCMS) e o Prof. Dr. Vicente Pinto (Diretor do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão/SCMS).

Saúde divulga resultado final de seleção para bolsas de extensão

Nesta quinta-feira, 16, a Secretaria da Saúde do Estado divulga a relação definitiva dos candidatos aprovados na segunda etapa e o resultado final do processo seletivo para a concessão de seis Bolsas de Extensão Tecnológica para profissionais da área da saúde, conforme o Edital22/2017.

Concorreram candidatos graduados em qualquer área da Saúde, com diversos níveis de titulação acadêmica, experiência comprovada em docência na Saúde e disponibilidade de mínima de 20 horas semanais para dedicação às atividades. A seleção constou de análise de currículo e memorial descritivo e terá validade de um ano de convocação, podendo ser prorrogada por igual período a partir da data da homologação.

Informações com o Núcleo de Valorização, Negociação e Educação no Trabalho: (85) 3101-5274 ou 3101-5116.

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Casos de diabetes aumentam no Brasil, e Rio é a capital com mais diagnósticos

A obesidade, provocada pela má alimentação e o sedentarismo, é a principal responsável pelo aumento dos casos de diabetes no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, em dez anos (2006-2016) o número de casos da doença cresceu 61,8%. O Rio é a capital com maior índice de diagnósticos no país.

— Acredito que aqui exista uma maior atenção de saúde primária e isso facilita o diagnóstico da doença. No entanto, o consumo de comida industrializada e a falta de exercícios propiciam o desenvolvimento da doença — afirma Luiz Augusto Russo, diretor do Centro de Pesquisas CCBR.

A doença é perigosa por não apresentar muitos sintomas. Os sinais mais comuns são sede constante, vontade de urinar frequentemente e feridas que demoram a cicatrizar.

— Poucas vezes o sintoma aparece precocemente. Em geral, a pessoa vai desenvolvendo a doença ao longo de cinco anos, sem ter muitos sinais. E quando descobre , ela tem cerca de mais cinco anos para se tratar antes que as complicações possam aparecer — comenta a endocrinologista Mariana Farage.

O diabetes é caracterizado pela resistência do corpo à insulina ou deficiência em sua produção. A doença normalmente surge em pessoas obesas com mais de 40 anos. Segundo o Ministério da Saúde, o diabetes atinge mais as mulheres e as pessoas com menor escolaridade. Por conta de ter maior prevalência sobre o sexo feminino, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) lançaram a campanha “Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável”.

— Várias etapas da vida de uma mulher podem ser influenciadas pelo diabetes, como a gestação. Isto causa problemas para mãe e bebê — diz Solange Travassos, da SBEM.

Responsável por cegueiras e amputações
A grande quantidade de glicose circulando pelo sangue pode provocar graves consequências para o corpo. Dentre eles estão problemas no coração, nos rins e cegueira.

— Quando a glicose no sangue está alta por muito tempo pode ocorrer a obstrução dos capilares (pequenos vasos sanguíneos) e depois das artérias, provocando doenças cardíacas, problemas na retina e insuficiência renal. As consequências do diabetes são seríssimas e de alto custo para a saúde pública — alerta Russo.

Além disso, de acordo com a Federação Internacional de Diabetes, o risco de um pessoa com a doença sofrer uma amputação é 25 vezes maior do que um indivíduo saudável.

— Quando um diabético não se cuida, ele complica sua situação de saúde. E com isso a família inteira sofre muito. Mas tudo isso pode ser evitado com o controle adequado da doença — afirma Solange.

Como evitar a doença

Alimente-se bem
É importante ter uma dieta rica em fibras, legumes, frutas e verduras, além de evitar a ingestão de carboidratos simples com alto índice glicêmico como pães, doces, chocolates e frituras, por exemplo

Coma devagar
Leve no mínimo 15 minutos para fazer uma refeição, pois em menos tempo do que isso o cérebro não consegue receber a informação de que o corpo está satisfeito. Mastigar também ajuda a aumentar a saciedade

Pratique exercícios
Atividades físicas facilitam o transporte de insulina nas células e com isso ajudam a abaixar o índice glicêmico no sangue

Mantenha um bom peso
O excesso de gordura localizada na área da barriga impede que a insulina se ligue a receptores presentes nas membranas das células, fazendo com que a glicose não entre nelas. Assim, o nível de glicose na corrente sanguínea aumenta. Homens devem ter menos que 90cm de perímetro abdominal, e mulheres, menos que 88cm

Monitore seu índice glicêmico
Uma vez por ano faça o exame de sangue que testa o nível de glicose. Ele é fundamental para diagnosticar o diabetes

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Obmep: Três estudantes sobralenses receberão medalhas de ouro em solenidade nacional

Três estudantes das escolas municipais de Sobral medalhistas de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep 2016) participam da solenidade nacional de entrega da premiação, no dia 14 de novembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Eles fazem parte do seleto grupo de 501 estudantes brasileiros que conquistaram medalhas de ouro na Obmep, entre 17,8 milhões de participantes em todo o país.

Sobral foi o município cearense que conquistou o maior número de medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep 2016). Os três estudantes medalhistas de ouro na Obmep 2016 são: Ana Letícia da Silva dos Santos, do Colégio Sobralense Maria Dorilene de Arruda Aragão; Francisco Ricardo da Silva, da Escola Elpídio Ribeiro, no distrito de São José do Torto; e Geovana Rodrigues da Pascoa Souza, da Escola José Inácio Gomes Parente, no distrito do Jordão.

Em sua 12ª edição, a maior olimpíada estudantil do país é destinada a alunos do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio e reuniu concorrentes de 99,6% dos municípios brasileiros. Além dos 501 medalhistas de ouro, 1.500 conquistaram prata; 4.500 bronze; e 42.482 foram agraciados com menções honrosas. Os estudantes de Sobral conquistaram, no total, 210 premiações, entre três medalhas de ouro, três de prata, 25 de bronze, além de 179 menções honrosas.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Defensoria vai vistoriar tratamento de câncer em hospitais do SUS

Até o próximo dia 22, defensores públicos da União em todo o Brasil farão vistorias em hospitais para levantar a situação do atendimento oncológico pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo o defensor Daniel Macedo, o objetivo é mostrar uma radiografia da realidade que os pacientes enfrentam, não ficando apenas no discurso do governo.

“É preciso entrar nessas unidades, verificar número de pacientes, porque câncer é um tratamento multidisciplinar, envolve cintilografia, quimioterapia, radioterapia, cirurgia oncológica, quimioterápicos, atenção básica, agendamento de exames, agendamento após o resultado. É preciso entrar nas unidades para conhecer a realidade e não ficar apenas no discurso do governo. Vasculhar para fazer uma radiografia da atenção oncológica no Brasil, porque não é o que eles vendem”.

Macedo explica que o trabalho só começou no Rio de Janeiro, mas que o prazo é factível, já que as vistorias seguem um relatório prévio. “Nós já vamos direto nos problemas, já sabemos o que perguntar e aonde ir”, destacou. As vistorias serão feitas em hospitais federais, estaduais e em clínicas privadas habilitadas pelo SUS.

Hospital de Bonsucesso
O trabalho começou na segunda-feira, quando Macedo acompanhou representantes do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) em vistoria ao Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), no Rio de Janeiro. Segundo ele, a situação da unidade é muito grave, com mais de 60% dos tratamentos oncológicos interrompidos por falta de quimioterapia adjuvante e coadjuvante.

“O adjuvante é para pessoas que precisam do remédio e tem a viabilidade de manter-se viva, que o câncer desaparece. E os coadjuvantes são para tratamento paliativo, para pessoas que não tem como regredir o câncer. E o quimioterápico é o principal. Encontramos a farmácia totalmente desabastecida de quimioterapia. Mais de 60% dos tratamentos oncológicos interrompido.”

Segundo o Cremerj, a situação da oncologia em Bonsucesso piorou depois da vistoria feita em abril. Na ocasião, faltavam medicamentos para 50% dos tratamentos. Agora, esse atendimento foi reduzido pela metade. Também foi constatada falta de quimioterápicos, de aparelhos para exames e recursos humanos. De acordo com o órgão, o número de atendimentos ambulatoriais caiu de 800 por mês para 400, com 191 sessões de quimioterapia feitas. A agenda para novos pacientes está fechada.

“Encontramos uma pastinha com o nome dos pacientes esperando para fazer quimioterapia e radioterapia, uma fila de espera. É uma desorganização generalizada na administração da unidade, porque o paciente começa a fazer a quimioterapia, há um gasto nisso, interrompe o tratamento e tem que fazer tudo de novo, não dá para recomeçar de onde parou. Isso viola o princípio da economicidade da administração pública, além da banalização da vida”, disse o defensor.

Macedo qualificou como “criminosa” a situação de Bonsucesso. “É criminoso o que está acontecendo ali, numa unidade que recebe R$ 170 milhões por ano, segundo o Portal da Transparência, para fazer sua autogestão. Não pode faltar quimioterápico. Fizemos o levantamento dos valores, R$ 1 milhão resolveria o problema dos quimioterápicos de baixo custo e alto impacto, reabastecendo por três meses a farmácia”.

Após as vistorias, a defensoria vai consolidar um relatório atualizado da situação em todo o Brasil. Para o HFB, Macedo adianta que pretende ajuizar uma ação coletiva para o pronto reestabelecimento da unidade. “Como medida de urgência, nós vamos pedir ao Inca [Instituto Nacional do Câncer] que dê suporte ao HFB com abastecimento de quimioterápico, mas isso é uma gambiarra. O certo é ter um diretor que tenha experiência em gestão hospitalar e que tenha um coração, e não uma pedra no lugar, que compre os materiais necessários, porque essas pessoas estão indo a óbito.”

Ministério da Saúde
O Ministério da Saúde enviou nota na qual a direção do Hospital Federal de Bonsucesso informa que tem tomado providências para manter o estoque abastecido e que foram investidos R$ 3,4 milhões em farmacológicos de julho a outubro, “além da criação de uma enfermaria com 12 leitos para retaguarda dos pacientes oncológicos”.

“A chefia do Serviço de Oncologia do HFB se pronunciou contra o fechamento do setor, como foi sugerido pelo Cremerj, e afirmou que não há 60% de pacientes com tratamento quimioterápico interrompido por falta de insumos. De janeiro a setembro deste ano, o HFB realizou 5.718 atendimentos oncológicos, além dos atendimentos de emergência a pacientes com câncer”, diz a nota.

Sobre a falta de pessoal, o Departamento de Gestão Hospitalar (DGH), que coordena a integração assistencial dos seis hospitais federais no Rio de Janeiro, informa que “realiza consultoria com o Hospital Sírio-Libanês para promover, nos hospitais e institutos federais, uma rede mais eficiente para a população. O Ministério da Saúde também já iniciou o processo para a realização de um novo certame de contratações temporárias imediatas, a partir da avaliação das necessidades apresentadas pela consultoria”.
Agência Brasil

Saúde divulga primeira etapa de seleção para bolsa de extensão

Conforme o cronograma do Edital 22/2017, do processo seletivo para a concessão de seis Bolsas de Extensão Tecnológica para profissionais da área da saúde, a Secretaria da Saúde do Ceará divulga nesta quinta-feira, 9, a relação dos candidatos aprovados para a primeira etapa. O resultado preliminar da segunda etapa será divulgado nesta sexta-feira, 10.

A seleção ocorre por meio de análise do currículo e memorial descritivo e terá validade de um ano para efeito de convocação, podendo ser prorrogada por igual período a partir da data da homologação. Os valores das Bolsas de Extensão Tecnológica variam de R$ 1.452,00 a R$ 4.356,00.

Informações com o Núcleo de Valorização, Negociação e Educação no Trabalho: (85) 3101-5274 ou 3101-5116.

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220
Twitter: @SaudeCeara