terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Ceará apresenta redução nos casos de dengue em 2016

O Ceará apresentou redução de 58% nos casos de dengue e de 31% nos óbitos pela doença durante 2016 em comparação ao ano passado, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado na última sexta-feira (31) pela Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). O levantamento registrou 37.769 casos confirmados e 30 óbitos. A queda dos números começou a ser identificada a partir do mês de abril.

A febre chikungunya, que se tornou uma epidemia em 2016, ocasionou 29.837 casos, 19 óbitos, mas ainda 7.938 ocorrências estão sob investigação. Segundo o boletim, ao todo foram 98.025 notificações e 236 casos graves de dengue no Ceará. No total, 161 municípios cearenses tiveram ocorrências confirmadas da doença, o que corresponde a 87,5% do Estado. A capital cearense continua concentrando o maior número de casos confirmados de dengue com 20.689 (54%) notificações, além de 23.936 casos suspeitos da doença e nove óbitos.

A maioria das mortes (82,4%) ocorreu em adultos com idades entre 36 e 98 ano. A faixa etária entre 20 e 29 anos foi a que mais apresentou confirmações da doença, cerca de 21.395 pessoas diagnosticadas. O gênero feminino foi predominante em todas as idades. O boletim aponta que os dados divulgados foram pesquisados em todas as 22 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES), que conta 161 dos 184 dos municípios cearenses.
Informações do Diário do Nordeste

Nenhum comentário:
Write comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.