quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

O Prefeito de Sobral juntamente com o Secretário das Cidades assinam investimentos para Sobral

O secretário das Cidades, Lúcio Gomes, em parceria com o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, realizaram, nesta quarta-feira (25), às 10 horas, no Becco do Cotovelo, assinatura de ordens de serviço e anúncio de investimentos em infraestrutura, mobilidade e urbanização no município, que somam mais de R$ 70 milhões. 

Também esteve presentes no evento, o deputado federal Leônidas Cristino, o Secretário Adjunto Quintino Vieira, o Superintendente do Detran, Igor Ponte, e o Presidente do Metrofor, Eduardo Hotz.

Dentre as obras, 04 (quatro) ordens de serviço, que somam R$ 67.121.186,33, serão realizadas por meio do Programa de Desenvolvimento Urbano de Polos Regionais - Cidades do Ceará II, da Secretaria das Cidades, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). 

Na ocasião, outras 02 (duas) ordens de serviços, referentes a melhorias na mobilidade urbana do município, também serão assinadas. As duas somam um investimento de R$ 3.197.000,00, e serão realizadas por meio do Detran, vinculada da SCidades. 

As obras de infraestrutura, cujas ordens de serviço foram assinadas consistem das seguintes iniciativas: Modelo de gestão da Central de Tratamento de Resíduos do município. Além da inclusão socioeconômica dos catadores de materiais recicláveis; Duplicação da Avenida Ermírio de Moraes; Avenida Perimetral – Trecho II, no acesso às cidades de Meruoca e Alcântaras, e finalizando na BR-222; Instalação dos postes de iluminação pública em estilo colonial do Centro Histórico de Sobral; Construção de passarela com 65 metros de extensão para facilitar o acesso do Alto do Cristo à Estação Dom José; e a Instalação dos 90 semáforos em estilo colonial, de ferro fundido. 

Com informações da Ascom/Cidades (Aqui)

Nenhum comentário:
Write comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.