sábado, 25 de março de 2017

Governador terá subsídio de R$ 17 mil mensais

Começaram a tramitar, ontem, na Assembleia Legislativa, projetos que tratam da remuneração do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, além de servidores da Casa e do Tribunal de Contas do Estado. O subsídio do governador passa a ser de R$ 17.094,77, enquanto o da vice-governadora fica em R$ 12.821,07.

Na prática, as proposições regulamentam o reajuste de 2%, estabelecido pelo Governo do Estado. Na Assembleia, haverá a revisão dos servidores públicos civis e cargos como diretor-geral, diretores adjuntos, chefe de gabinete da presidência, procurador, assessor jurídico e de relações institucionais da presidência, auditor interno da Controladoria e diretor do Núcleo de Televisão do Poder Legislativo, e titulares de cargos comissionados e funções de confiança.

No Tribunal de Contas do Estado será promovida a revisão geral do vencimento dos cargos efetivos, representações e gratificações dos cargos em comissão, dos proventos e pensões.
Blog do Edison Silva | DN

Nenhum comentário:
Write comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.