quinta-feira, 27 de abril de 2017

Eleição - CIPA da Santa Casa realiza eleição para novos membros

Pensando na saúde e integridade física dos seus colaboradores, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) mantém há 32 anos uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Os membros da equipe são escolhidos através de uma votação e tem como responsabilidade observar e relatar as condições de risco nos ambientes de trabalho, solicitando medidas para reduzir ou eliminar os riscos existentes. A eleição aconteceu nesta quarta-feira (26).

A CIPA é formada anualmente por uma equipe de 15 representantes do empregador e 15 escolhidos pelos colaboradores através de eleições. A Comissão é uma ferramenta de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais que pretende assegurar a preservação da saúde e da integridade física e mental do trabalhador. Os cipeiros passam por um curso preparatório com carga horária de 20h que deverá ser realizado no mês de maio e em seguida tomarão posse.

O presidente é escolhido entre os indicados pelo empregador, enquanto o vice, o secretário e o vice-secretário estão entre os eleitos. Os cipeiros avaliam a segurança dos colaboradores baseados em normas do Ministério do Trabalho e também anotam as reivindicações dos trabalhadores. As observações são encaminhadas para a direção do hospital.

A Norma Regulamentadora 5 (NR 5) do Ministério do Trabalho abrange as atribuições dos cipeiros, entre as quais a elaboração de um plano de trabalho com reuniões mensais e ações de prevenção de acidentes como a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT). Na Santa Casa, o evento é realizado normalmente no segundo semestre do ano. Entre as funções de um cipeiro estão ainda o auxílio para investigar as causas dos acidentes de trabalho, desenvolver ações para reduzir ou minimizar fontes que gerem riscos, além de ajudar a empresa a divulgar as leis de Segurança do Trabalho.

A técnica em segurança do trabalho e orientadora das CIPA’s da Santa Casa de Sobral e Dom Walfrido, Socorro Sousa, explicou que as ações da CIPA são diretamente relacionadas às estatísticas de acidentes de trabalho coletadas pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT). “A partir das estatísticas de acidentes, fazemos treinamentos para prevenir outras ocorrências”, ressaltou. De acordo com ela, todos os colaboradores precisam estar atentos à própria segurança e colaborar com as ações de prevenção de acidentes.

Outra norma que rege o trabalho da CIPA é a NR 32 que regulamenta a segurança do trabalho em serviços de saúde, atuando com ações como prevenção de contaminação no ambiente hospitalar. É necessário lembrar que a CIPA é um dos braços mais importantes da Segurança do Trabalho.

Nenhum comentário:
Write comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.