quinta-feira, 6 de abril de 2017

Ministério da Saúde muda recomendação para dose única de vacina contra febre amarela

O Ministério da Saúde mudou a recomendação quanto à dosagem da vacina contra febre amarela, decidindo que dose única é suficiente. Essa já era a orientação da OMS (Organização Mundial da Saúde), que garante que uma dose é suficiente para assegurar aos pacientes a imunidade ao longo da vida. A medida é válida a partir deste mês de abril. 
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, informou a decisão nesta quarta-feira (5). 
— A partir de agora, as pessoas que já tomaram uma dose não precisam se vacinar mais contra a febre amarela ao longo da vida.
Até então, a recomendação da pasta era houvesse uma dose e, após dez anos, um reforço. A vacina deve ser tomada por viajantes com destino a qualquer país que exija vacinação contra febre amarela ou a zonas de risco de transmissão dentro do País, além dos moradores destas regiões. Para se vacinar, basta ir a uma UBS e tomar a imunização de forma gratuita, sem que haja necessidade de apresentar comprovante de viagem.
O governo voltou a informar que estuda o fracionamento do imunizante, recurso que transforma o que seria uma dose da vacina em cinco, reduzindo o efeito protetor do imunizante para um ano.

Nenhum comentário:
Write comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.