quarta-feira, 10 de maio de 2017

Secretaria de Saúde do Estado realiza Seminário de planejamento na Macrorregião de Sobral

Nesta quarta-feira, 10, foi a vez da cidade de Sobral receber o seminário macrorregional da Programação Geral de Ações e Serviços de Saúde (PGASS), que contou com abertura do Secretário da Saúde do Estado, Henrique Javi. “A importância dessa pactuação pode ser dividida em dois pilares. Um é a transparência, para a gente ter percepção clara da demanda e da oferta dos serviços de saúde na macrorregião. A outra condição é poder reorganizar o sistema, de tal maneira que possa ser utilizado ao máximo o potencial de oferta de todas as unidades de saúde na região”, afirmou o secretário da Saúde. Nesta quinta-feira, 11 de maio, Fortaleza recebe o último seminário neste primeiro roteiro da PGASS, na Unichristus (Auditório da Unichristus, Rua João Adolfo Gurgel, 133, Cocó), das 8 às 17 horas.

O evento de Sobral teve a presença de 171 representantes de prefeituras, secretarias municipais e coordenadorias regionais de saúde e técnicos, além de representantes da Procuradoria da República Federal, Ministério Público e Defensoria Pública, Henrique Javi falou sobre o que muda na saúde e principalmente nos municípios com a PGASS.

O evento desta quarta foi o terceiro na sequência dos quatro seminários previstos para esta primeira etapa do programa. Na última segunda-feira, 8, Juazeiro do Norte, na Macrorregião de Saúde do Cariri, recebeu o primeiro encontro da série de seminários. Na terça, 9, o município de Quixadá, com a presença de secretários das Macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Vale do Jaguaribe, realizou evento semelhante.

A PGASS substitui a Programação Pactuada Integrada (PPI) e é novo modelo de pactuação das ações e do financiamento da saúde entre os municípios e o Estado, baseados na tripla meta, que além da assistência, inclui também a vigilância em saúde e a assistência farmacêutica.
Artenio Mesquita 

Nenhum comentário:
Write comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.